top of page

Diretor de presídio de Mossoró é exonerado do cargo

Humberto Gleydson Fontinele foi o responsável por comandar o presídio no dia da fuga.


O Ministério da Justiça decidiu exonerar Humberto Gleydson Fontinele, diretor do presídio federal de Mossoró, no Rio Grande do Norte.


Ele comandava o presídio no dia em que dois presos fugiram. O ministério já havia afastado toda a direção do presídio naquele momento. Nesta quinta (4), os dois presos, Rogério da Silva Mendonça e Deibson Cabral Nascimento foram recapturados após 50 dias de fuga.


Relembre o caso


A fuga de Mossoró foi a primeira de um presídio de segurança máxima no país, depois de 15 anos da criação do sistema penitenciário nacional.


Deibson Cabral Nascimento e Rogério da Silva Mendonça, ambos do Acre, foram encontrados em Marabá, no Pará.


A caçada começou na manhã da quarta-feira de cinzas, no dia 14 de fevereiro, e segundo o Ministério da Justiça eles foram detidos em uma ação conjunta das Polícias Federal e Rodoviária Federal. O inquérito da Polícia Federal apontou que os dois receberam ajuda de uma rede de apoio mobilizada pelo Comando Vermelho, facção criminosa a qual eles eram integrantes no Acre.


Os dois atravessaram três Estados - Ceará, Piauí e Maranhão - para chegar ao Pará. Durante os mais de 50 dias, a operação de buscas mobilizou equipes com cães, drones, helicópteros, reforços de policiamento nas fronteiras do estado e o acionamento da Interpol.


Além das prisões, os agentes cumpriram mandados de busca e apreensão nas cidades de Mossoró, Quixeré e Aquiraz, essas duas últimas no Ceará. Ambos os fugitivos são do Acre e estavam na Penitenciária Federal de Mossoró desde 27 de setembro de 2023.


Deibson estava preso desde agosto de 2015, já tendo passado também pelo presídio federal de Catanduva, no Paraná. Ele tem condenações e responde por assaltos, furtos, roubos homicídio e latrocínio. Rogério também tem vasta ficha criminal. Ele cumpria pena no Acre antes de ser transferido para o Rio Grande do Norte.


Por Band News


Comments


bottom of page